Português

Companhía Goliardica M. Baistrocchi

Génova

Por trás dos atores, uma Cortina austríaca confeccionada de QGS - Glamé Star ouro.
Ver todos
A companhía tradicionalmente era composta só por atores do sexo masculino, como havia prescrito o fundador para reforçar a comicidade desrespeitosa e transgressora que caracteriza os espetáculos.
A Cortina austríaca na posição aberta.
Os atores do sexo masculino, em perfeita consonância com o espírito dos estudantes, não hesitaram de atuar mesmo sob o disfarce de bailarinas.
Cortina e bambolinas com Confecção com plissagem concêntrica de HLU - Lucilla, cor 54 vermelho, utilizadas por outro espectáculo da companhia.
O processamento de uma cortina com Confecção com plissagem concêntrica de QGS - Glamé Star prato usado pela companhia.
O processamento de uma cortina com Confecção com plissagem concêntrica de QGS - Glamé Star prata usada por a companhia.
O processamento de uma cortina com Confecção com plissagem concêntrica de QGS - Glamé Star prata usada por a companhia.
A Compagnia Goliardica M. Baistrocchi foi fundada em Gênova em 1913 por um grupo de estudantes universitários
dirigidos por Mario Baistrocchi, jovem morto na guerra na frente da Áustria, em Bainsizza em 1917.

Na companhia estrearam Enzo Tortora como autor e Paolo Villaggio como actor, e de ter passado o início de suas carreiras musicais Fabrizio De Andrè, Mario Migliardi, Umberto Bindi, Giorgio Calabrese.
Cenografia
Giacomo Rigalza
Direção de palco,
coreografía
Pieiro Rossi[3

Veja também ...

Confecção com plissagem concêntrico

Tecido: tipologías de confecçao

Cortinas austríacas

Tipologias de cortina

COS - Oscurante Chroma key

Cenários chroma key

HLU - Lucilla

Tecidos metalizados

QGS - Glamé Star

Tecidos metalizados